Eu tô ficando é velho, não é doido não!

idades, crise, felicidades, prazeres, tempo e 30 anos.

LIGAÇÕES PERIGOSAS: 2016 O ANO DA SERIEZAÇÃO DA GLOBO

liga

Sobre a estreia da nova série da Globo, eu posso dizer que o figurino é vistoso, a trilha sonora compõe o ambiente e as atuações estão de babar. Sem falar da história que, para quem a conhece pelo livro ou pelo filme, sabe que é excelente. Indo direto ao ponto, tá massa.

Agora há um outro aspecto que merece muito mais atenção, pois diz respeito a um quadro maior que vai além dos 10 capítulos dessa minissérie: 2016 vai ser o ano em que a Globo vai investir pesado nas séries. Eu estava surpreso de ver que o mundo estava se rendendo às séries de qualidade (norte americanas, inglesas, francesas, etc) e a nossa TV, que sempre esteve na vanguarda da produção mundial, se limitava a fazer algumas novelas boas, isso quando acertava. O movimento parecia lento, mas era constante. Melhorando a qualidade dos seus roteiros, “desnovelizando” suas tramas, investindo alto nas produções e com movimentos de câmeras cada vez mais ousados, no final de 2015, após todas as mudanças técnicas, a Globo deu sua cartada para se lançar no mercado internacional: pôs no ar a Globo Play.

Quando criaram a Globo.com, era muito mais um site de notícias, servia basicamente de concorrência à Folha, Veja, etc. Seu serviço de entretenimento era mínimo. A coisa foi andando e a interatividade se espalhou por todos os campos da TV, o que dividiu a parte de notícias para o G1 e a parte de entretenimento para o GShow, além do esporte, globo rural e por aí vai. O Gshow era onde você poderia obter mais informações sobre as produções de ficção e – parte muito importante – assistir os capítulos anteriores das novelas. Foi daí que nasceu a Globo Play. Os mais desavisados acham que a Globo Play é apenas o Gshow mais metido a besta, mas olhando atentamente ela tem o formato muito mais próximo do Netflix do que do Gshow. Como o mundo está habituado a lidar com o menu do Netflix, melhor fazer algo parecido com ele.

Agora chegamos a Ligações Perigosas. Esta série foi filmada em 4K, a tecnologia de ponta em termos de qualidade de imagem e que encarece pelo menos 30% a produção. Acontece que o número de TVs no Brasil com esta tecnologia ainda é baixíssimo. Então, por que gastar tanto numa tecnologia que quase ninguém vai ver no país? Porque no Brasil são poucos, mas quando você coloca em escala mundial, sobe consideravelmente a quantidade e todo mundo admira uma série bem filmada, com a melhor tecnologia que há. Acredito que nem mesmo a escolha da história foi à toa. O que é mais fácil? Vender uma história original brasileira que pode dar certo como pode não dar ou uma adaptação de um livro clássico no mundo inteiro, inclusive sucesso nas suas versões para o cinema? Como bem notou o Nilson Xavier, colunista do Uol, não há referência nenhuma que a história se passa no Brasil. É nos anos 20, numa cidade litorânea e só. Nas reportagens falam que a série foi filmada em 3 países diferentes para dificultar ainda mais a identificação com o Brasil. Isso é ou não estar mirando o mercado internacional?

colete

Ansioso pela chegada de Collete D´Or

E para quem ainda não sabe, na Comic Com a Globo lançou a série de terror  SUPERMAX que, pelo menos o trailer (confira aqui), está bem nos moldes dos padrões internacionais. Quer dizer, esta série não é um tiro no escuro. E se fosse classificar assim, estava mais para vários tiros.

Me dá orgulho ver que uma empresa do porte da Globo está tão atenta ao mercado internacional quanto a BBC, NBC, Canal + ou Netflix. Ela merece estar mesmo. No mais, eu já amo a Cecília e estou louco para ver as maldades de Isabel.

Anúncios

3 comentários em “LIGAÇÕES PERIGOSAS: 2016 O ANO DA SERIEZAÇÃO DA GLOBO

  1. Marina Elvas
    5 de janeiro de 2016

    Ansioso pela chegada de Collete D´Or (2)
    ótimo texto querido Italo! como sempre, me fazendo assistir a série com outros olhos :*

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: DA SERIEZAÇÃO DA GLOBO II: PORQUE ROMERO RÔMULO NÃO TOMA CAFÉ DA MANHÃ | Eu tô ficando é velho, não é doido não!

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 4 de janeiro de 2016 por em Literatura, Livros, Novela, TV.
%d blogueiros gostam disto: